Manning: Profundamente querido por meu Aba

Não sei explicar as razões para isto, mas tem noites que antes de eu dormir, as vezes faço questão de pegar o livro (que ganhei de minha amiga XL),  O Impostor que vive em mim do Brennan Manning (o tiozinho simpático da foto ao lado) já decorei a página, vou direto a 77 e leio essa história contada por esse amado maltrapilho. Sempre leio ela tentando imaginar a cena. Eis o trecho:

 

“Anos atrás, contei uma história sobre um padre de Detroit, chamado Edward Farrell, que tirou duas semanas de férias de verão na Irlanda. Seu único tio, que ainda estava vivo, comemoraria, em breve, seu aniversário de 80 anos. Chegando o grande dia, o padre e seu tio levantaram-se de madrugada e vestiram-se silenciosamente. Andaram ao longo das margens do lago Killarney e pararam para assistir ao nascer do sol. Estavam lado a lado, sem trocar uma palavra e mirando fixamente o sol nascente. De repente, seu tio virou-se e saiu saltitando pela estrada. Estava radiante, resplandecente, com um sorriso de uma orelha a outra.

O Sobrinho disse:

– Tio Seamus, você parece estar feliz mesmo.

– Estou rapaz,

– Pode me dizer por quê?

Seu tio de oitenta anos respondeu: – Sim, com vê, sou profundamente querido por meu Aba.”

 

Leia +

Anúncios

Um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s