Valor sentimental

linus.jpg

Algumas coisas são amadas porque tem valor. Outras coisas tem valor porque são amadas. Explico melhor. Amamos em virtude do valor inerente que as coisas tem: admiramos cientistas brilhantes, atletas talentosos, supermodelos maravilhosas, obras de arte inestimável. A humanidade chega ao ponto de valorizar tais coisas, que paga 80 milhões de dólares por ano a um piloto de formula 1. Supervalorizamos as pessoas por seu valor. Esta é a lei do mercado. O melhor jogador do mundo ganhará alguns milhões a mais que o trigésimo melhor.

Administradores de empresas ganham centenas de milhares, pois seu valor esta na capacidade de administrar. A lei do Lucro. Lei do mercado. Entretanto às vezes trazemos esta lei para nossa vida particular. Amigos não podem ser considerados segundo a lei do mercado. Existem pessoas que se casam, porque terá um marido executivo, ou um que administra a melhor empresa de advocacia da cidade, ou porque ele é um piloto de avião. Apenas status de mercado, entretanto estes casais com seus status, não são capazes de realizar um diálogo amigável por mais de 10 minutos dentro do lar. Sonhos de conquista tem que existir entre o casal, entretanto não ter isto como válvula de escape para a vida monótona . Algumas coisas são amadas porque tem valor. Outras coisas têm valor porque são amadas.

Lembro-me do desenho do Snoopy e do Charlie Brown, (Peanuts) onde o personagem Linus não vivia sem seu cobertor. Perante a sociedade aquele cobertor velho e rasgado não tem nenhum valor, é um objeto insignificante que não traz status algum, pelo contrário, ele sempre era zombado por andar com o cobertor. Mas para o garoto Linus era a maior preciosidade no mundo. Para ele o cobertor tinha valor porque era amado, e não era amado porque tinha algum valor.

Temos que aprender na vida a nos desapegar de alguns valores que são impostos pela sociedade e seguir as intuições de nosso coração. Principalmente com pessoas, independente de suas atribuições. Amigos e amores de nossas vidas têm que serem tratados com humanidade e não como status de valor de mercado.

By Alex Fajardo

Anúncios

2 comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s